Bem-vindo(a). Hoje é - Alta Floresta - MT

Rybakina sofre mas vence Putintseva e vai às semifinais em Madri

Nos siga no Instagram para receber as notícias em primeira mão!
A tenista cazaque Elena Rybakina devolve a bola durante sua partida contra sua compatriota Yulia Putintseva no torneio de Madri em 1º de maio de 2024.PIERRE-PHILIPPE MARCOU

PIERRE-PHILIPPE MARCOU

A número quatro do mundo, Elena Rybakina, se tornou nesta quarta-feira (1º) a primeira semifinalista do torneio WTA de Madri, depois de vencer a sua compatriota cazaque Yulia Putintseva por 4-6, 7-6 (7/4) e 7-5.

Rybakina precisou reagir e virar o placar em um duelo muito acirrado para garantir sua classificação às semifinais em um duelo que durou 2 horas e 48 minutos.

Putintseva, número 50 do mundo, começou bem, mas o nervosismo acabou afetando seu jogo nos momentos decisivos da partida.

Rybakina, de 24 anos, sofreu nesta quarta-feira na capital espanhola, onde até então não havia cedido um único set.

Os erros (oito duplas faltas no total) fizeram a nervosa Rybakina perder o primeiro set. Ela havia sido derrotada por Putintseva nas últimas duas vezes em que se enfrentaram: em Roma em 2020 e em Indian Wells em 2021.

No segundo set, Rybakina sofreu uma quebra da adversária, que conseguiu devolver e com 6-5 a seu favor ela teve um break e um set point, que não conseguiu converter, o que levou a partida para o tie-break.

A vencedora do torneio de Stuttgart na semana passada conseguiu vencer esse tie break, para chegar ao terceiro set, onde administrou melhor os nervos que a oponente.

Com 5 a 2 a seu favor, Putintseva teve dois match points que não conseguiu converter, mostrando sua frustração na quadra com contínuos gestos de irritação.

Rybakina, mais calma, venceu cinco games consecutivos e acabou vencendo a partida, enquanto Putintseva quebrou a raquete no chão da quadra central da Caja Mágica num gesto de raiva consigo mesma.

Nas semifinais, Rybakina enfrentará a vencedora do duelo desta quarta-feira entre a jovem russa Mirra Andreeva, número 43 do mundo, que acaba de fazer 17 anos, e a bielorrussa Aryna Sabalenka, número dois do mundo e atual campeã em Madri.

Fonte: www.canalrural.com.br
O conteúdo acima foi originalmente publicado no CanalRural e indexado ao Alta Notícias

COMPARTILHE!
WP Radio
WP Radio
OFFLINE LIVE