Diniz vê resultado como negativo: ‘A gente perdeu dois pontos, e não ganhou um’

Diniz vê resultado como negativo: ‘A gente perdeu dois pontos, e não ganhou um’

Diniz vê resultado como negativo: ‘A gente perdeu dois pontos, e não ganhou um’Foto: Lucas Merçon/FFC

O técnico Fernando Diniz concedeu coletiva de imprensa após o empate por 2 a 2 entre Fluminense e Atlético Mineiro. Diniz explicou o resultado e deixou claro que não gostou do rendimento da equipe no qual resultou no empate atleticano.

— Acho que a gente fez um primeiro tempo muito bom. No segundo tempo eles voltaram melhores, mas com as trocas a gente cresceu de novo, fizemos o segundo gol, tivemos chances de fazer o terceiro. Na hora de fazer a mexida, no arremesso lateral do Atlético, uma bola morta. O jogador que fez o gol saiu, foi o primeiro toque dele na bola. Falha coletiva de marcação, tomamos o primeiro gol. E no segundo gol, também, tomamos o gol com todo mundo atrás da linha da bola. A gente tem que corrigir, é muito difícil fazer dois gols no Atlético. Hoje a gente perdeu dois pontos, e não ganhou um — disse Diniz que continuou analisando o empate Tricolor depois de abrir dois gols de vantagem:

— A nossa equipe jogou muito bem contra o Sampaio Corrêa, jogou muito bem hoje também. Só que a gente falhou em coisas que a gente não pode falhar, com 2 a 0, a gente não pode permitir. Os gols que a gente tomou, a gente tomou dois gols muito evitáveis. Mas o time foi aguerrido, o time correu, o time lutou. Eu acho que a gente tem que continuar com o mesmo volume de intensidade, de entrega e corrigir esses detalhes pra gente voltar a ser consistente nas vitórias.

Os gols que o Fluminense tomou tiveram pouco menos 10 minutos de diferença entre o primeiro e o segundo de Vargas. Fernando Diniz elucidou está falha defensiva cometida pelo Tricolor:

— As falhas, eu já falei com os jogadores. A gente não errou nada disso no primeiro tempo. E dificilmente a gente erra também esse tipo de questão defensiva que a gente errou hoje. Foi uma falha coletiva que muita gente, o sistema todo, falhou. Coisa muito fácil de ser corrigida. A gente não poderia ter tomado os dois que a gente tomou. Poderia ter tomado outros, mas esses dois que a gente tomou a gente não devia ter tomado — comentou o técnico Tricolor que ainda deixou claro que o time não precisa mudar a chave para a Libertadores:

— A equipe fez duas boas partidas, na maior parte do tempo jogamos bem na quarta-feira e hoje também. Nós temos que jogar bem os jogos. Tem que marcar bem, produzir bem com a bola, ficar atento nas transições. Melhoramos na questão da bola parada. Então a questão não é mudar a chave para a Libertadores. Não é isso o mais importante. A gente teve aí dez minutos que a gente simplesmente falhou o que não era para falhar e que nos custou uma vitória.

Agora, o Fluminense se prepara para a quarta rodada da fase de grupos da Libertadores. O time viajará para Santiago e enfrentará o Colo-Colo, na quinta-feira, às 21h.

Fonte: www.canalrural.com.br
O conteúdo acima foi originalmente publicado no CanalRural e indexado ao Alta Notícias

COMPARTILHE!