Com golaço de jogada coletiva, Botafogo vence o Vitória e saí na frente do confronto da Copa do Brasil

Com golaço de jogada coletiva, Botafogo vence o Vitória e saí na frente do confronto da Copa do Brasil

Com golaço de jogada coletiva, Botafogo vence o Vitória e saí na frente do confronto da Copa do Brasil Foto: Vitor Silva/Botafogo

No jogo de ida da terceira fase da Copa do Brasil, o Botafogo  venceu o Vitória por 1 a 0, em partida disputada no Estádio Nilton Santos. O gol do jogo foi marcado por Eduardo após bela jogada coletiva. Essa foi a quinta vitória seguida do Alvinegro, sob o comando de Artur Jorge. Às equipes voltam a se enfrentar no jogo de volta, no próximo dia 21, no Barradão.

Ambas equipes tiveram dificuldades de encaixar jogadas no ataque. O Vitória foi um pouco mais superior e levou perigo com Lepo pela direita, Matheuzinho no meio campo e Alerrandro se movimentou bem na área e participou alguns dos lances de perigo do Leão. O Botafogo por sua vez, com um time modificado mostrou ter dificuldade na transição da defesa para o ataque. Jeffinho errou na criação das jogadas e Luiz Henrique ficou isolado. Com isso, a partida foi para a etapa final empatada. 

Na segunda etapa o Vitória começou melhor e criou chances, mas nenhuma levou perigo ao gol de John. O Botafogo, por sua vez, melhorou após as mexidas de Artur Jorge e fez o gol após uma bela jogada coletiva trabalhada que terminou na conclusão de Eduardo. Após isso, o Alvinegro foi melhor no jogo e criou chances de ampliar o marcador. Com isso, o Botafogo vai para o segundo jogo em vantagem. 

1° TEMPO 

O primeiro tempo começou com o Vitória melhor, tendo mais a posse de bola e criando chances de gols. Aos nove, Matheuzinho avançou pela esquerda, ele tocou para o meio para Alerrandro chegar batendo, mas ele foi atrapalhado por Diego Hernández e mandou para fora. Oito minutos depois, William Oliveira teve finalização bloqueada por Lucas Halter. Aos 26, após cobrança de escanteio, a bola sobrou com Camutanga, mas ele não conseguiu dominar na área e Patrick de Paula tirou antes que ele pudesse finalizar.  O Botafogo, por sua vez, não conseguia encaixar seus ataques e levar perigo. 

Aos 31, após lançamento de Diego Hernández para Luiz Henrique, Lucas Arcanjo estava ligado e se antecipou ao atacante para ficar com a bola. Quatro minutos depois, o Alvinegro teve sua primeira finalização no jogo. Após a cobrança de Patrick de Paula explodir na barreira, Jeffinho arriscou de primeira, mas pegou mal e mandou para fora. Neste período do jogo ambas as equipes tinham dificuldades de encaixar seus ataques. 

Aos 44, Leão da Barra teve uma chegada perigosa. Lepo fez jogada pela direita e cruzou. PK ajeitou para Alerrandro chegar chutando.  A bola explodiu na defesa Alvinegra e na sobra a bola ficou com o atacante que foi desarmado por Patrick de Paulo que fez um deserma limpo. Após isso, o juiz Luiz Flávio de Oliveira deu três minutos de acréscimos. Onde não tiveram muitas emoções. Com isso, o jogo foi para a etapa final empatado. 

2° TEMPO

Assim como na etapa inicial, o segundo tempo começou com o Vitória sendo melhor e criando ocasiões claras de gols. Aos cinco, após cobrança de falta, Matheuzinho tocou curto para Zeca, o lateral avançou e chutou rasteiro para o gol. John defendeu com segurança no centro do gol. Um minuto depois, Cuiabano quase marcou um golaço. O lateral-esquerdo percebeu que Arcanjo estava adiantado e bateu direto para o gol. A bola foi na direção do ângulo e o goleiro mandou para escanteio.  No lance seguinte, o Leão perdeu uma grande chance em contra-ataque. Matheuzinho arrancou e acionou Dudu, mas na hora que ia receber o atacante escorregou. 

Aos 14, Jeffinho obrigou Arcanjo a trabalhar. Danilo Barbosa tocou para o camisa 47 que bateu colocado no meio do gol para defesa do goleiro do Leão. Cinco minutos depois, aos 19, o Alvinegro abriu o placar após uma bela jogada coletiva. Após troca de passes, Òscar Romero avançou pelo campo do Vitória. Eduardo recebeu, fez o pivô e tabelou com Jeffinho, e apareceu livre na área para bater na saída de Lucas Arcanjo. Um golaço. 

Alguns minutos depois o Alvinegro teve um gol anulado. Após cobrança de falta de Romero, a bola desviou na barreira e sobrou nos pés de Júnior Santos que empurrou para o gol. No entanto, o bandeira anulou o gol e o VAR confirmou o impedimento do camisa 11. Aos 27, após cobrança de falta, PK soltou a bomba e a bola explodiu na barreira. Quatro minutos depois, aos 31, Savarino tabelou com Jeffinho, entrou na grande área e cruzou para Cuiabano que cabeceou forte. No reflexo, Lucas Arcanjo espalmou.

No final do segundo tempo, com a vantagem no placar, o Botafogo procurava ter a bola e valorizá-la quando a tinha. Aos 42, o Alvinegro teve um gol anulado por um impedimento milimétrico. Romero bateu  forte da entrada da área, Lucas Arcanjo defendeu e soltou. No rebote, Savarino tocou para dentro do gol. Mas a assistente apontou impedimento e o VAR confirmou. Após isso, o árbitro Luiz Flávio de Oliveira deu seis minutos de acréscimos. 

No tempo adicional não aconteceu muita coisa. Aos 47, Janderson fez fila e chegou na área, mas após ficar sem ângulo ele tocou para trás e o passe saiu errado. No último lance do jogo o Botafogo quase marcou o segundo. Savarino recebeu no meio e acionou Òscar Romero na entrada da área, ele ajeitou e bateu para o gol, mas a bola passou à esquerda do gol do Leão. Após isso, Luiz Flávio de Oliveira terminou o jogo. Com isso, o Botafogo vai com vantagem para o jogo de volta, que será disputado no dia 21, no Estádio Barradão, em Salvador. 

Próximos jogos das equipes

Ambas as equipes voltaram a campo pelo Brasileirão, no próximo final de semana. O Botafogo receberá o Bahia, no domingo, às 18h30, no Estádio Nilton Santos. O Vitória por sua vez, também jogará no domingo, o Leão irá receber o São Paulo, no Estádio Barradão, às 16h00. 

Fonte: www.canalrural.com.br
O conteúdo acima foi originalmente publicado no CanalRural e indexado ao Alta Notícias

COMPARTILHE!