Bem-vindo(a). Hoje é - Alta Floresta - MT

Opinião: Botafogo precisa melhorar seu desempenho defensivo e entrar mais ligado nos jogos da Libertadores

Nos siga no Instagram para receber as notícias em primeira mão!
Opinião: Botafogo precisa melhorar seu desempenho defensivo e entrar mais ligado nos jogos da LibertadoresFoto: Vítor Silva/Botafogo

Depois de duas rodadas disputadas na Libertadores, o Botafogo ainda está zerado na competição com duas derrotas em seus dois jogos disputados. Uma pontuação preocupante visando a classificação para a próxima fase competição e com atuações preocupantes de seu sistema defensivo para o restante da temporada.

A defesa Alvinegra entrou desligada e falhou muito nesses dois primeiros jogos, principalmente nos primeiro trinta minutos das partidas, três dos quatro gols sofridos pelo Botafogo aconteceram nos trinta primeiros minutos dos jogos. Os dois primeiros gols do Junior Barranquilla e o gol da LDU, na derrota da última quinta-feira, em quase todos eles, menos o primeiro do time colombiano, aconteceram por falhas defensivas da equipe. 

A defesa tem sido o principal problema, o ataque por outro lado, tem tido problemas para criar chances claras, mas isso parece ser uma questão de acertar o último passe, o decisivo. Tanto que em seus 21 jogos até agora na temporada, de acordo com o site ”Ogol” o Alvinegro já marcou 40 gols, tendo uma média de 1,9 por jogo e marcando gols em 86% dos seus jogos, um bom desempenho na frente do gol. No entanto sua defesa já levou 20 gols, levando em média 0,95 gols por jogo e levando gols em 62% de seus jogos, um número que não é muito bom para um time que quer ser competitivo. 

Em outras palavras, se o Botafogo quiser seguir na Libertadores ele precisará melhorar sua defesa, e além disso entrar mais ligado nos jogos e mostrar mais garra em campo, coisa que não mostrou em seus dois primeiros jogos até agora. 

O Alvinegro precisa vencer seus dois jogos em sua casa, o Nilton Santos, e pontuar jogando fora de seus domínios, e se possível vencer os dois jogos que restam fora de casa. Nada está perdido, e o grupo é muito  equilibrado ou seja não terão jogos fáceis, todos eles serão difíceis e exigiram muita concentração do time, coisa que ele teve nos dois jogos contra o Bragantino, na terceira fase da Pré-Libertadores. 

Por fim, se o Botafogo quiser se classificar para o mata a mata da Libertadores, ele precisará ser como era no meio de 2023 nos seus dois jogos em casa. Agora em seus dois jogos fora do Rio de Janeiro, o Alvinegro precisará ter o desempenho da Libertadores de 2017 jogando fora de casa, o daquele visitante indigesto que se recusa a perder e está disposto a lutar até a última bola pelo resultado como se não houvesse amanhã e não se desorganizar após sofrer gols.

Fonte: www.canalrural.com.br
O conteúdo acima foi originalmente publicado no CanalRural e indexado ao Alta Notícias

COMPARTILHE!
WP Radio
WP Radio
OFFLINE LIVE