Bem-vindo(a). Hoje é - Alta Floresta - MT

Libertadores: Botafogo joga mal e é dominado pelo Junior Barranquilla

Nos siga no Instagram para receber as notícias em primeira mão!
Botafogo se enrola na fase na estreia na fase de grupos. Sul-Americana já está no horizonte Foto: Vítor Silva/Botafogo

O Botafogo mostrou repertório na derrota para o Junior Barranquilla por 3 a 1. Sim. É isto mesmo que você acabou de ler: falta de combate, falhas táticas, ingenuidade, apatia… Tudo isso na cartilha de Fábio Matias, que se despede do Glorioso, sabe-se lá como, com apenas uma derrota, justamente nesta quarta-feira, no Nilton Santos, pela primeira rodada do Grupo D da Libertadores.

O auxiliar fixo entrega um Botafogo anêmico e com vontade de jogar a Sul-Americana a Artur Jorge, responsável por recuperar o ânimo da rapaziada. Porém, para chegar à Sula, terá de sair da lanterna da chave. O Junior é o líder da chave pelo saldo de gols.

Botafogo dança o Waka Waka

O Junior Barranquilla ensinou o Botafogo a dançar o Waka Waka de Shakira, torcedora ilustre do clube colombiana. E o professor foi Bacca. Aos 90 anos (ironia) e perto da aposentadoria, o centroavante passeou pela defesa alvinegra como se estivesse em uma praia de Cartagena. Pediu uma caipirinha e abriu o placar, de pênalti. Depois, sozinho, deixou Gatito na saudade e mandou para a rede. Fuentes, aproveitando o generoso convite da defesa local, havia, antes, feito o segundo dos cafeteiros. Hugo, “enamorado” pelos visitantes, no fim, se redimiu da penalidade que cometeu e descontou. Mas estava feio demais para o Fogão. Portanto, nada de samba no Colosso do Subúrbio.

Vai uma arepa aí, Fogão?

O Botafogo ameaçou uma postura diferente na segunda etapa. Porém, só um esboço. O escrete parece que comeu uma arepa antes do jogo. Sem espírito nenhum de Libertadores, mesmo com as alterações do técnico interino no segundo tempo. Tchê Tchê até tentou algo. Mas, como diz o poeta, há dias que são noites. Pois é, Matias… E você colocou o Gregore! À vontade como se estivesse em Barranquilla, o Junior fez cera, amarrou o jogo e administrou a vantagem.

FICHA TÉCNICA BOTAFOGO 1X3 JUNIOR BARRANQUILLA Primeira rodada do Grupo D da Copa Libertadores Local: Estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro (RJ) Data e hora: 3 de abril de 2024, às 19h (de Brasília) Gols: Bacca, 12’/1ºT (0-1); Fuentes, 27’/1ºT (0-2); Bacca, 40’/1ºT (0-3); Hugo, 44’/1ºT (1-3) BOTAFOGO: Gatito; Ponte, Barboza, Halter e Hugo; Freitas, Gregore (Tchê Tchê, Intervalo) e Eduardo (Jeffinho, 20’/2ºT); Júnior Santos, Savarino (Luiz Henrique, Intervalo) e Tiquinho. Técnico: Fábio Matias. JUNIOR BARRANQUILLA: Mele; Pacheco, Ceballos, Peña, Fuentes, Moreno; Cantillo (Bocanegra, 35’/2ºT) e Caicedo, Chará (Martínez, 35’/2ºT), Enamorado (Albornoz, 25’/2ºT) e Bacca (Pérez, 25’/2ºT). Técnico: Arturo Reyes. Árbitro: Cristián Garay (CHL) Auxiliares: Jose Retamal (CHL) e Miguel Rocha (CHL) VAR: Juan Lara (CHL) Cartão Amarelo: Pacheco, Ceballos (JUN); Tiquinho, Tchê Tchê, Júnior Santos (BOT) Cartão Vermelho:

Siga o Jogada10 nas redes sociais: Twitter, Instagram e Facebook.

Fonte: www.canalrural.com.br
O conteúdo acima foi originalmente publicado no CanalRural e indexado ao Alta Notícias

COMPARTILHE!
WP Radio
WP Radio
OFFLINE LIVE