Bem-vindo(a). Hoje é - Alta Floresta - MT

Goleiro de clube espanhol é suspenso após revolta com racismo; entenda

Nos siga no Instagram para receber as notícias em primeira mão!
Cheikh Sarr brigou com torcedores que entoavam gritos racistasReprodução/Twitter

O tribunal desportivo espanhol decidiu nesta semana pela punição do goleiro senegalês Cheikh Sarr com dois jogos de suspensão. Após gritos racistas da torcida do Sestao River, o atleta do Rayo Majadahonda brigou com torcedores durante a partida válida pela terceira divisão da Espanha.

Sarr foi punido por “pequena infração em atitude antidesportiva” por não comunicar ao árbitro os insultos dos quais foi alvo, e reagiu de forma “fora dos canais legais específicos”.

Além da punição ao atleta, também foi decidida a derrota do Majadahonda por W.O (3 a 0) o Sestao River. Com o incidente, o goleiro foi expulso e o elenco de sua equipe se recusou a voltar ao campo. O clube foi multado em 3 mil euros (R$ 16,4 mil).

Por outro lado, o Sestao, que jogava em casa no dia do incidente, foi multado em 6 mil euros (R$ 32,8 mil). Além disso, terá que jogar com portões fechados nos dois próximos compromissos. O juizado acusa a equipe de não cumprir o protocolo em ocorrências deste tipo.

As acusações do Sestao, de que o goleiro agiu de forma violenta com a intenção de agredir o árbitro, foram rejeitadas pela justiça desportiva do país, que também não aceitou como provas os vídeos fornecidos pelo Rayo Majadahonda sobre o caso. O conteúdo foi considerado como “imagens parciais e, portanto, tendenciosas” do ocorrido.

Entre em nossa página e veja as principais notícias do esporte no Brasil e no mundo.

Fonte: www.canalrural.com.br
O conteúdo acima foi originalmente publicado no CanalRural e indexado ao Alta Notícias

COMPARTILHE!
WP Radio
WP Radio
OFFLINE LIVE