Fluminense leva virada do Bahia em jogo interrompido por temporal

Fluminense leva virada do Bahia em jogo interrompido por temporal

Temporal encharcou o gramado da Fonte Nova e paralisou o jogo por uma horaFoto: Reprodução/Internet

O Fluminense saiu na frente, mas perdeu de virada para o Bahia, por 2 a 1, em um jogo bem disputado na Arena Fonte Nova, em Salvador, Bahia. O jogo valeu pela segunda rodada do Campeonato Brasileiro e foi interrompido por uma hora por conta de um forte temporal encharcou o gramado. Com a derrota, o Tricolor permaneceu com um ponto somado, na parte inferior da tabela de classificação. Já os baianos, que venceram sua primeira partida na competição, saltaram para três e terminaram o dia no oitavo lugar.

Germaán Cano abriu o placar para o Fluminense logo no início da partida. Ainda na primeira etapa, Caio Alexandre empatou. A virada veio no segundo tempo, com lindo gol de Cauly. Na próxima rodada, o Bahia vai ao Barradão, em Salvador, jogar o clássico da cidade com o Vitória, domingo, às 16 horas. O Fluminense, ademais, também tem clássico, só que sábado, às 16h com o Vasco, no Maracanã.

Primeiro tempo de temporal e bom futebol

Desde o inicio o jogo deu a impressão de que seria bem disputado. Com as duas equipes armadas para jogar no ataque, não demorou quase nada para o primeiro gol sair. Logo aos três minutos, John Arias roubou bola de…e serviu o artilheiro Germán Cano: Fluminense 1 a 0.

A partir daí a chuva assumiu o protagonismo. Aliás, chuva não, um temporal que, em pouco mais de 10 minutos, tornou impossível o prosseguimento do jogo. Desse modo, o árbitro João Vítor Gobi interropeu a partida. Após meia hora, ele reornou ao gramado e, como ainda estava impraticável, aguardou mais 15 minutos. O temporal arrefeceu e, no total, após uma hora de paralisação, a partida recomeçou.

Quem esperava um jogo em ritmo lento por conta da interrupção, se enganou. Não demoru muito para que as duas equipes se readaptassem ao gramado, já sem poças, e, afinal, voltassem a jogar bem. Sendo assim, John Arias e Marquinhos, em chutres perigosos, quase ampliaram para o Fluminense.

O Bahia, contudo, passou a controlar as ações. Aos 34, Cauly deu lindo passe para Ademir, que só não fez o gol por conta de uma saída corajosa de Fábio, que defendeu à queima-roupa. Na cobrança do escanteio, aos 35 minutos,, entretanto, não teve jeito. Cauly achou Caio Alexandre no outro lado do campo e, fora da área, o volante fintou Samuel Xavier e acertou o nângulo esquerdo de Fábio: 1 a 1.

Segundo Tempo

O segundo tempo começou quase coo terminou o primeiro. Embora com menos intensidade, o Bahia seguiu dominando o jogo. O Fluminense, que primordialmente prima pela posse de bola, não conseguia dar sequência às jogadas. Desse modo, embora sem exigir grandes intervenções de Fábio, o Tricolor de Aço parecia cada vez mais perto da virada.

Sendo assim, o gol acabou saindo. Aliás, um golaço. Aos 15 minutos, Cauly recebeu na entrada da área, deu um drible desconcertante em Manoel e arematou sem chances para Fábio. à frente no placar, o Bahia manteve o ímpeto. Com isso, o técnico do Fluminense, Fernando Diniz, tirou o único zagueiro de ofício, Manoel, e colocou o atacante Douglas Costa em campo, entre outras alterações de peças e na estrutura tática da equipe.

Dessa forma, os cariocas retomaram parte do domínio territorial que haviam perdido desde a primeira etapa. Contudo, com seis atacantes de ofício (Kauã Elias, MArquinhos, Douglas Costa, John Arias, John Kennedy e Isaac) e nenhum defensor, acabou por dar muitos espaços ao adversário. O placar, por fim, só não foi maior para os baianos porque Everaldo e Biel erraram o alvo em suas oportunidades.

BAHIA 2 X 1 FLUMINENSE

Segunda rodada do Campeonato Brasileiro Data: 16/04/2024 Local: Arena Fonte Nova, em Salvador Público: 23.080 presentesBAHIA: Marcos Felipe, Santi Arias, Gabriel Xavier, Victor Cuesta e Luciano Juba; Caio Alexandre (Rezende, 25’/2ºT), Jean Lucas, Everton Ribeiro (Carlos de Pena, 37’/2ºT) e Cauly (Cicinho, 44’/2ºT); Ademir (Biel, 25’/2ºT) e Thaciano (Everaldo, 37’/2ºT). Técnico: Rogério Ceni FLUMINENSE: Fábio, Samuel Xavier (Kauã Elias, 32’/2ºT) , Martinelli, Manoel (Douglas Costa, 20’/2ºT) e Diogo Barbosa (Aleksander, 21’/2ºT); André, Lima (John Kennedy, 7’/2ºT) e Ganso; John Arias, Cano (Isaac, 32’/2ºT) e Marquinhos. Técnico: Fernando Diniz Gols: Cano, 3’/1ºT (0-1); Caio Alexandre, 35’/1ºT (1-1); Cauly, 15’/2ºT (2-1) Árbitro: João Vitor Gobi (SP) Assistentes: Danilo Ricardo Simon Manis (Fifa-SP) e Fabrini Bevilaqua Costa (Fifa-SP) VAR: Daiane Muniz (Fifa-SP)

Cartão Amarelo: Thaciano, Caio Alexandre, Everton Ribeiro, Everaldo (BAH); Lima, John Kennedy, Aleksander,Ganso, Martinelli (FLU). Cartão Vermelho:

Siga o Jogada10 nas redes sociais: Twitter, Instagram e Facebook.

Fonte: www.canalrural.com.br
O conteúdo acima foi originalmente publicado no CanalRural e indexado ao Alta Notícias

COMPARTILHE!