Entenda como Paralisia de Bell afeta Joel Embiid, astro dos Sixers

Entenda como Paralisia de Bell afeta Joel Embiid, astro dos Sixers

Joel Embiid liderou os Sixers para a primeira vitória nesses PlayoffsReprodução/Twitter

Cestinha do Philadelphia 76ers com 50 pontos na vitória sobre o New York Knicks, na noite da última quinta-feira (25), Joel Embiid revelou após a partida que sofre de Paralisia de Bell, uma doença que é caracterizada pela paralisia ou ‘enfraquecimento súbito’ de um dos lados do rosto.

“Acho que começou 1 ou 2 dias antes do jogo contra o Miami. Tive enxaquecas muito fortes, mas achei que não era nada, normalmente não gosto de checar, mas por alguma razão acabei precisando falar com alguém. É bem irritante, afeta o lado esquerdo do meu rosto, minha boca e meu olho. Tem sido difícil, mas não sou de desistir, então preciso continuar lutando independente de tudo. É uma infelicidade, assim que descrevo, mas isso não é uma desculpa”, disse em entrevista coletiva.

Além da paralisia de um dos lados do rosto, a doença pode apresentar alguns outros sintomas como uma maior sensibilidade ao som, enxaquecas e dor na mandíbula ou ouvido.

A condição que Embiid enfrenta, se dá por conta da inflamação do nervo da face, que é responsável por levar os comandos do cérebro até a região, e assim, acaba limitando a movimentação de músculos do rosto. Embora sua origem não seja clara, estudos apontam que sua causa pode estar relacionada a uma infecção viral. 

Em geral, a condição é temporarária, e pode voltar a normalidade sem tratamento após dias ou semanas. Porém, os tratamentos mais comuns para a Paralisia de Bell envolvem o uso de medicamentos, fisioterapia e fonoaudiologia.

Veja mais novidades sobre o mundo da bola e todos os esportes no Brasil e no mundo acompanhando nosso site.

Fonte: www.canalrural.com.br
O conteúdo acima foi originalmente publicado no CanalRural e indexado ao Alta Notícias

COMPARTILHE!