Corinthians enxerga Coronado e Paulinho como reforços no Brasileirão

Corinthians enxerga Coronado e Paulinho como reforços no Brasileirão

Retorno de Coronado é visto como reforço no CorinthiansFoto: Rodrigo Coca/Agência Corinthians

O Corinthians realmente não deve se reforçar para o início do Campeonato Brasileiro. Após a goleada por 4 a 0 em cima do Nacional-PAR, nesta terça-feira (9), na Neo Química Arena, pela Sul-Americana, o auxiliar Bruno Lazaroni deu indícios de que a comissão técnica está satisfeita com o atual elenco e não deve contratar neste momento.

“Isso não é uma pergunta para mim, é uma pergunta para o Fabinho (Soldado, executivo de futebol). Temos um grupo forte, qualificado, se chegarem jogadores é pra fortalecer ainda mais o grupo, mas estamos muito satisfeitos com o grupo que temos”, disse Lazaroni.

O que deixa a comissão técnica mais tranquila, é o retorno dos jogadores que deixaram o departamento médico recentemente. António Oliveira e seus auxiliares enxergam Paulinho e Igor Coronado como reforços que estavam dentro do elenco. A expectativa é que eles possam ser importantes opções para a sequência da temporada.

“O António falou da importância do Paulinho, do retorno dele, é um cara de grupo, vencedor, serve de referência para os demais atletas. O António não costuma falar individualmente sobre jogadores mas vou pontuar de maneira breve: infelizmente, ele (Coronado) não conseguiu ter sequência de treinamentos, teve uma lesão e a questão da dengue, que acaba debilitando o corpo. Ele vem de contexto diferente, há tempos não joga no Brasil, talvez hoje tenha sido o contexto ideal para ele retomar, como o Paulinho. São jogadores importantes”, completou o auxiliar.

Corinthians chega com moral para o início do Brasileirão

Aliás, a goleada em cima do Nacional-PAR animou não só o torcedor, mas também os jogadores e comissão técnica. Assim, a equipe vai com moral para o duelo contra o Atlético-MG, no domingo (14), contra o Atlético-MG, pela primeira rodada do Brasileirão.

Siga o Jogada10 nas redes sociais: Twitter, Instagram e Facebook.

Fonte: www.canalrural.com.br
O conteúdo acima foi originalmente publicado no CanalRural e indexado ao Alta Notícias

COMPARTILHE!