Bem-vindo(a). Hoje é - Alta Floresta - MT

Com brilho de Malcom e Neymar nas tribunas, Al-Hilal é campeão da Supercopa Saudita

Nos siga no Instagram para receber as notícias em primeira mão!
Malcom celebra o primeiro de seus dois gols para o Hilal na final da Supercopa SauditaFoto: Ryan Lim/AFP via Getty Images

Com a presença de Neymar na torcida, o Al Hilal sagrou-se campeão da Supercopa saudita de 2024. Afinal, nesta quinta-feira (11/4), na decisão que ocorreu nos Emirados Árabes (Estádio Bin Zayed, em Abu Dhabi), goleou o Al-Ittihad – então o atual vencedor – por 4 a 1. Além do título, o Hilal aumenta o seu recorde de vitórias seguidas, agora em 34. Malcom (dois golaços), Salem Al Dawsari (outro gol sensacional) e Nasser Al Dawsari marcaram para o Hilal. Hamdallah fez para o Ittihad.

Neymar, que se recupera de lesão, mas que nas últimas semanas estava em tour pelo Brasil e EUA, foi até o gramado dar um abraço no treinador Jorge Jesus e subiu para as tribunas para ver o Hilal conquistar seu quarto caneco, já que foi campeão em 2015, 2018 e 2021. O Ittihad tentava o segundo título.

Hilal se impõe

O Hilal foi superior em grande parte do jogo. Saiu na frente com um golaço do brasileiro Malcom logo aos quatro minutos. O atacante roubou a bola na intermediária, driblou três, triangulou com o Sherih e tocou na saída do goleiro Maiouf. Aos 19, Hamdallah sofreu pênalti. Ele mesmo cobrou. O goleiro Bono defendeu parcialmente, mas a bola voltou para o artilheiro que, nesta segunda oportunidade, deixou tudo igual. Só que o Hilal era melhor. E, aos 44, voltou a ficar na frente. Al-Dawsari recebeu, foi cortando a marcação para o meio até ter espaço para chutar com categoria e fazer 2 a 1.

No segundo tempo, o Ittihad conseguiu equilibrar as ações e quase empatou aos 16. Benzema, que fazia jogo apagado, recebeu pela esquerda e cruzou para Hamdallah, que ajeitou e tocou sem chance para Bono. Contudo, estava impedido. Tento anulado. Depois do susto, o Hilal acordou de novo e passou a ter mais chances, a maioria em lances do brasileiro Michael (ex-Flamengo) pela direita. Uma delas, um chute de Milinkovic Savic que roçou o travessão. Aos 38, o Hilal teve um gol anulado por impedimento. Mas, aos 44, Malcom recebeu na entrada da área, matou a marcação de Gehazy e, em novo golaço, colocou 3 a 1 no placar. Título garantido e 34ª vitória, também. Mas teve tempo para Nasser Al- Dawsari, aos 51, fechar a goleada em 4 a 1.

Siga o Jogada10 nas redes sociais: Twitter, Instagram e Facebook.

Fonte: www.canalrural.com.br
O conteúdo acima foi originalmente publicado no CanalRural e indexado ao Alta Notícias

COMPARTILHE!
WP Radio
WP Radio
OFFLINE LIVE