Bem-vindo(a). Hoje é - Alta Floresta - MT

STJ nega liminar à Real Arenas, que tem dívida milionária com o Palmeiras

Nos siga no Instagram para receber as notícias em primeira mão!
WTorre vem realizando a troca de gramado do Allianz Foto: Reprodução das redes sociais do Allianz Parque

O Superior Tribunal de Justiça (STJ) negou, nesta sexta-feira (22), uma liminar à Real Arenas no processo no qual o Palmeiras cobra R$ 160 milhões da construtora, braço da WTorre, responsável pela gestão do Allianz Parque. A informação é do site “Uol”.

Este valor é referente à falta de repasse alegada pelo Verdão, em receitas da arena acumuladas desde 2015. O número ainda vai subir, afinal, os eventos continuam acontecendo na praça esportiva do clube. A WTorre admite a dívida, no entanto, questiona a cifra.

A Real Arenas recorreu ao STJ depois de um “não” da Justiça, na semana passada. A empresa pedia, aliás, para não ter de apresentar garantias de que tem condições de pagar o débito cobrado pelo clube.

Desse modo, a WTorre precisa apresentar, nos próximos dias, em juízo, garantias para quitar o valor, embora ainda não precise efetuar o depósito para o Palmeiras. Caso contrário, o clube paulista pode pedir a penhora dos bens da Real Arenas.

Palmeiras x Real Arenas: batalha renhida

Os problemas entre Palmeiras e Real Arenas não começaram agora e está apenas na Justiça. Recentemente, o Verdão deixou de jogar em sua própria casa por causa das condições do gramado. O treinador Abel Ferreira já reclamou da situação em outras ocasiões.

A Federação Paulista (FPF) liberou a arena somente há três dias. Com isso, o Palmeiras, na semana que vem, deve receber o Novorizontino, no Allianz, pela semifinal do Campeonato Paulista.

Siga o Jogada10 nas redes sociais: Twitter, Instagram e Facebook.

Fonte: www.canalrural.com.br
O conteúdo acima foi originalmente publicado no CanalRural e indexado ao Alta Notícias

COMPARTILHE!
WP Radio
WP Radio
OFFLINE LIVE