Bem-vindo(a). Hoje é - Alta Floresta - MT

Paquetá, João Gomes e mais: os destaques e as estreias do Brasil de Dorival Jr.

Nos siga no Instagram para receber as notícias em primeira mão!
Paquetá, João Gomes e mais: os destaques e as estreias do Brasil de Dorival Jr.Foto: Reprodução

A seleção brasileira iniciou um novo ciclo neste sábado, 23, em amistoso contra a Inglaterra. O técnico Dorival Júnior realizou seu primeiro jogo no comando do Brasil e, na vitória por 1 a 0, em Wembley, promoveu um total de sete estreias. Ainda que o grande destaque seja Endrick, que marcou seu 1º gol pela seleção, outros nomes chamaram a atenção e devem ganhar ainda mais espaço na sequência.

Bento: Estreante, o goleiro passou segurança quando exigido. Não precisou operar nenhum milagre, mas terminou o jogo com três defesas importantes. Dificilmente fará sobra em Allison e Ederson, mas deve ganhar sequência como terceiro goleiro nas convocações.

Fabrício Bruno: Outro estreante e uma grata surpresa com a camisa da Amarelinha. O zagueiro do Flamengo fez o simples, formando um sistema defensivo quase em entrosamento algum, e não se comprometeu. Foram cinco cortes e um desarme. O atleta foi crucial em lance do primeiro tempo para evitar tento de Ollie Watkins.

Beraldo: Em grande ascensão no futebol europeu, titular do Paris Saint-Germain, a estreia de Beraldo era uma certeza. O zagueiro fez uma partida segura, mas sem grande destaque. Tento o passe como grande trunfo, tentou sete lançamentos e acertou dois.

PREDESTINADO Endrick se torna o 4º mais jovem a marcar pela seleção brasileira e o mais jovem a marcar em Wembley

MAIS: https://t.co/D0AAfL5G6s pic.twitter.com/bfvSNEFhSm

— Placar (@placar) March 23, 2024

Wendell: Estreante, foi consistente e sólido em uma posição carente do futebol brasileiro. Com certeza ganhou pontos com Dorival Júnior e deve aparecer em novas convocações.

João Gomes: Adaptado ao futebol inglês, o volante fez uma partida de muita intensidade para tentar anular o meio-campo controlado por Bellingham. Ao todo, foram oito ações defensivas, pressionando quase sempre o adversário incansavelmente.

Lucas Paquetá: De volta à seleção, Paquetá foi o maestro da equipe e grande nome do jogo. Distribuiu três passes decisivos, criou uma chance clara de gol e finalizou três vezes, carimbando a trave em bate rebate na grande área.

Andreas Pereira: Voltou a atuar bem no futebol europeu e isso se deve principalmente pelo seu posicionamento. Utilizado mais como um volante no Flamengo, Andreas joga como meia mais solto e criativo no Fulham. Dorival replicou isso na seleção e funcionou. Foi responsável pela assistência ao gol histórico de Endrick.

Savinho e Pablo Maia: Estreantes, entraram na reta final e pouco fizeram. Savinho conseguiu carregar a bola no corredor em certo momento, com habilidade, mas foi só.

View this post on Instagram

A post shared by Placar (@revistaplacar)

Fonte: www.canalrural.com.br
O conteúdo acima foi originalmente publicado no CanalRural e indexado ao Alta Notícias

COMPARTILHE!
WP Radio
WP Radio
OFFLINE LIVE