Bem-vindo(a). Hoje é - Alta Floresta - MT

Homem baleado em sequestro a ônibus no Rio recebe alta de UTI

Nos siga no Instagram para receber as notícias em primeira mão!

Bruno Lima da Costa, de 34 anos, passageiro gravemente ferido pelo homem que sequestrou um ônibus e fez 16 pessoas como reféns na rodoviária do Rio de Janeiro em 12 de março, recebeu alta da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) nesta sexta-feira, 29. De acordo com o Hospital Samaritano Botafogo, onde ele segue internado, seu estado de saúde é estável.

“O paciente seguiu para a Unidade Semi Intensiva da unidade, interage com os profissionais da assistência e seu estado de saúde é estável”, afirma o hospital, em nota, sobre a recuperação progressiva de Costa. Logo após ser baleado, ele ficou em estado grave, precisou passar por cirurgia com três equipes médicas e recebeu seis bolsas de sangue.

Relembre o caso

Costa foi baleado após Paulo Sérgio de Lima, de 29 anos, suspeitar que estava sendo seguido por policiais e tentar entregar sua arma a um passageiro em uma plataforma de embarque da rodoviária Novo Rio, na centro.

Ao ver a arma, Costa se assustou e saiu correndo. O criminoso, então, deu três tiros em direção a ele, ferindo-o gravemente. Outro passageiro, que estava próximo, também ficou ferido com os estilhaços da bala.

Em seguida, Paulo rendeu os 16 passageiros que já haviam entrado no ônibus. O veículo era da empresa Viação Sampaio e ia para Juiz de Fora, em Minas Gerais. Entre os reféns, estavam uma criança, seis idosos e nove adultos. A empresa havia vendido 43 passagens, mas nem todos estavam no ônibus quando o sequestro começou.

O terminal rodoviário foi totalmente esvaziado para as negociações do Batalhão de Operações Especiais (Bope), a tropa de elite da PM, com o sequestrador, que posteriormente se entregou. Ninguém além dos dois homens inicialmente baleados se feriu.

“Ele (Paulo) disse que é organizador do tráfico na Muzema (favela no Itanhangá, bairro da zona oeste do Rio) e no domingo foi à Rocinha (na zona sul do Rio) para pagar dívidas que tinha em alguns bares”, disse o delegado Mário Andrade, titular da 4.ª Delegacia de Polícia e responsável pela investigação sobre o caso, à época do ocorrido.

“Contou que teve uma desavença com um traficante local e esse rapaz atirou nele, mas errou. Ele também atirou e errou. O traficante sobreviveu, e ele passou a ter medo de ser pego”, seguiu o delegado. Assustado, o criminoso teria optado por não voltar para casa. Ele se hospedou em hotéis no centro do Rio e decidiu fugir para Juiz de Fora no dia 12.

“Ele foi para a rodoviária, comprou a passagem com dinheiro e achou que despertou suspeita ao tirar do bolso um maço de notas”, relatou o delegado. Suspeitando que estava sendo seguido por policiais, ele entrou no ônibus, mas o veículo teve um problema mecânico quando estava saindo da vaga e voltou para a plataforma 42. Enquanto o mecânico da empresa era acionado, os passageiros desembarcaram.

Quando viu um passageiro se aproximando, Lima achou que era um policial e decidiu entregar a arma. Tirou a pistola 9 mm do bolso e estendeu-a em direção a Costa, que não é policial e se assustou com a cena.

Segundo o delegado, Lima já tem duas passagens pela polícia, no Rio e em Minas. Ele deve ser indiciado por três crimes: tentativa de homicídio qualificado; sequestro e cárcere privado; e porte de arma de fogo de uso restrito. O seu envolvimento com o tráfico, como ele próprio admitiu, será investigado.

Leia Também: Vídeo: entregador arremessa encomendas por cima de muro e danifica cerca

Fonte: https://www.noticiasaominuto.com.br/rss/mundo

Artigo extraído do site Notícias Ao Minuto

COMPARTILHE!
WP Radio
WP Radio
OFFLINE LIVE