Bem-vindo(a). Hoje é - Alta Floresta - MT

Em jogo de três pênaltis, Espanha e Brasil ficam no empate no Bernabéu

Nos siga no Instagram para receber as notícias em primeira mão!
Em jogo de três pênaltis, Espanha e Brasil ficam no empate no BernabéuFoto: Rafael Ribeiro/CBF

Espanha e Brasil ficaram no empate em 3 a 3, no Santiago Bernabéu, em amistoso válido pela atual Data Fifa. Os espanhóis chegaram a ficar em vantagem em dois momentos diferentes no jogo, o primeiro gol, inclusive, saiu de um pênalti duvidoso. A Seleção, no entanto, conseguiu reagir com gols de Rodrygo, Endrick e Lucas Paquetá, também de pênalti, nos acréscimos da partida.

+ Vini Jr chora ao falar sobre luta contra o racismo no futebol espanhol

+ Contundente, seguro e competitivo: Dorival Júnior renova astral do Brasil com vitória sobre a Inglaterra

O JOGO

A partida contou com um começo avassalador da Espanha. O time mandante adiantou suas peças, encaixou a marcação pressão e não deixou o Brasil respirar nos minutos iniciais. A equipe de Dorival se via obrigada a rifar a bola, não conseguia acionar os homens de velocidade e, consequentemente, perdia ainda mais o controle do jogo. Os espanhóis, ao mesmo tempo, contavam com atuação de gala de seus jovens jogadores.

PÊNALTI DUVIDOSO, TRIO INSPIRADO E GOL DE ALMANAQUE

Lamine Yamal, Nico Willians e Dani Olmo tinham espaço e fizeram chover em cima da defesa brasileira. O primeiro, aos 10 minutos, entrou na área e esbarrou em João Gomes. O juiz marcou o pênalti, e na cobrança Rodri bateu no meio para abrir o placar para a Espanha, que seguia em cima.

Depois, aos 36 minutos, brilhou a estrela de Olmo.O camisa 10 recebeu dentro da área, deu uma linda caneta em Beraldo, saiu da marcação de Bruno Guimarães e bateu de canhota, no ângulo, para ampliar o placar. Até então, um passeio espanhol.

PRESENTE DA ESPANHA RECOLOCA O BRASIL NO JOGO

Já na reta final da primeira etapa, aos 42 minutos, Unai Simón saiu errado com os pés e entregou para Rodrygo, na entrada da área. O atacante do Real Madrid dominou, viu o goleiro adiantado e deu um toque magistral de cobertura para diminuir a vantagem da Espanha no jogo. O gol, naquela altura, deu esperanças para o Brasil no segundo tempo.

Siga o Esporte News Mundo no Instagram, Twitter, Facebook e Youtube.

MEXIDAS MELHORAM O BRASIL E ESTRELA DE ENDRICK BRILHA DE NOVO

Dorival Júnior promoveu quatro mexidas logo na volta para o segundo tempo. Andreas Pereira, Yan Couto, André e Endrick entraram nas vagas de João Gomes, Danilo, Bruno Guimarães e Raphinha, respectivamente. De imediato, o Brasil melhorou, equilibrou o jogo e com cinco minutos contou mais uma vez com a estrela de Endrick, que deixou tudo igual no placar.

Após cobrança de escanteio, o atacante do Palmeiras aproveitou o rebote e pegou forte, de primeira, para acertar o cantinho do gol espanhol. Festa dos brasileiros e, principalmente, do futuro jogador do Real Madrid, que estreou no Bernabéu.

A Espanha passou a controlar ainda mais o jogo com a bola no pé, mas poucas vezes conseguiu assustar Bento. O Brasil, ao mesmo tempo, recuou suas linhas e passou a apostar no contra-ataque, mas além de uma boa jogada individual de Rodrygo, também não levou perigo à meta espanhola.

PÊNALTIS DECIDEM O JOGO NO FIM

Aos 41 minutos, mais um pênalti duvidoso. O juiz assinalou falta de Beraldo em Carvajal e Rodri, mais uma vez, colocou a bola no fundo do gol para botar a Espanha em vantagem de novo. Depois, aos seis minutos de acréscimo, mais um pênalti, dessa vez para o Brasil. Na cobrança, Lucas Paquetá cobrou com categoria e deu números finais ao jogo: Espanha 3 x 3 Brasil.

Fonte: www.canalrural.com.br
O conteúdo acima foi originalmente publicado no CanalRural e indexado ao Alta Notícias

COMPARTILHE!
WP Radio
WP Radio
OFFLINE LIVE