Bem-vindo(a). Hoje é - Alta Floresta - MT

Prisão de brasileiro repercute na imprensa internacional

Nos siga no Instagram para receber as notícias em primeira mão!

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) – A prisão do brasileiro Danilo Cavalcante, capturado hoje por autoridades dos Estados Unidos, repercutiu na imprensa internacional com veículos dizendo que as buscas pelo fugitivo foram uma “caçada humana intensa”.

O jornal The New York Times destacou o período que Cavalcante era procurado pela polícia. Ele fugiu de uma prisão no condado de Chester, na Pensilvânia, no dia 31 de agosto e, desde então, era considerado foragido. Segundo autoridades americanas, ele conseguiu deixar o local após se apoiar em duas paredes e escalá-las.

Força-tarefa de buscas envolveu “centenas” de policiais, afirmou o jornal The Washington Post. O veículo também escreveu que a ” intensa caçada” ao brasileiro fechou escolas e colocou a área de buscas “no limite”. Ao todo, 500 agentes atuaram nas buscas.

O USA Today classificou a procura pelo brasileiro como “exaustiva”. Danilo Cavalcante chegou a ser incluído na lista vermelha da Interpol. A lista é uma ferramenta de cooperação policial internacional que visa localizar procurados da Justiça para fins de extradição.

O New York Post deu destaque para o local que Cavalcante foi encontrado, uma região de mata. Mesmo com uma mobilização de 400 agentes locais, estaduais e federais -até a Swat-, as autoridades encontraram dificuldades para achar o brasileiro. A polícia disse que o mato da região era tão denso que os investigadores só conseguiam andar alguns metros antes de se perderem.

BRASILEIRO TENTOU FUGIR, MAS FOI ALCANÇADO POR CÃO

As autoridades da Pensilvânia esclareceram como aconteceu a captura do brasileiro Danilo Cavalcante, que escapou da prisão e ficou foragido por 14 dias. Cavalcante não percebeu que estava cercado e tentou fugir, mas foi alcançado e mordido por um cão da polícia.

Segundo o tenente-coronel George Bivens, da Polícia Estadual da Pensilvânia, o primeiro sinal da localização ocorreu após um alarme ser disparado em uma casa da região. Cavalcante não foi encontrado na residência, mas uma aeronave utilizada nas buscas encontrou um sinal de calor próximo dali.

Condições climáticas adiaram a prisão de Danilo Cavalcante. Forças táticas ficaram na área após o avião precisar partir. “Infelizmente, tivemos más condições climáticas, como raios, o que fez com que o avião tivesse que sair da área. Equipes táticas ficaram na região até que pudessem ser trazidos recursos para garantir que não houvesse uma fuga”, afirmou George Bivens durante a coletiva.

Cavalcante foi encontrado em meio a pilha de ripas de madeira em uma área rural. Na manhã desta quarta-feira (13), pouco antes de 8h30, a localização de Cavalcante foi confirmada novamente por sinais de calor, e ele foi cercado pelas forças de segurança.

O brasileiro não percebeu que estava cercado e tentou fugir com o fuzil que portava. “Ele tentou escapar e tentou rastejar com o seu rifle”, disse George Bivens.

Um cachorro da corporação alcançou Cavalcante e o mordeu, o que deu tempo para os policiais imobilizarem o fugitivo. Mesmo assim, Cavalcante ainda tentou resistir à prisão, afirmou o tenente-coronel. Cavalcante ficou ferido da mordida, mas foi atendido no caminho da prisão.

Fonte: https://www.noticiasaominuto.com.br/rss/mundo

Artigo extraído do site Notícias Ao Minuto

COMPARTILHE!
WP Radio
WP Radio
OFFLINE LIVE