Borrusia Dortmund vira e bate Atlético de Madrid e se classifica para sua primeira semifinal de Champions League em 11 anos

Borrusia Dortmund vira e bate Atlético de Madrid e se classifica para sua primeira semifinal de Champions League em 11 anosFoto: INA FASSBENDER/AFP via Getty Images

Em partida válida pelo jogo de volta das quartas de finais da Champions League, o Borussia Dortmund venceu o Atlético de Madrid de virada por 4 a 2 e se classificou para as semifinais da competição. Os gols do jogo Füllkrug e Sabitzer marcaram os gols do Dortmund, enquanto Hummels (contra) e Ángel Correa marcaram para os Colchoneros. Desde 2013 que os aurinegros se classificavam para essa etapa da competição.

O Borussia foi melhor durante todo o primeiro tempo e criou inúmeras chances, principalmente pelo lado esquerdo onde nasceram os dois gols, e foi premiado pela sua insistência no meio da etapa inicial. Primeiro, aos 30, Brandt abriu o placar e empatou o confronto no placar agregado. Logo depois, aos 35, Maatsen ampliou e colocou os aurinegros na frente no agregado. O Atleti por outro lado, abaixou suas linhas e marcou, e também criou poucas chances, e passou a grande maioria da primeira etapa se defendendo. 

O segundo tempo do jogo foi emocionante. Primeiro o Atléti diminuiu e empatou o agregado aos 3, com um gol contra de Hummels. Aos 18, empatou o jogo e passou a frente do agregado em um gol chorado de Àngel Correa. Sete minutos depois começou a reação e virada do Borussia que aconteceu em três minutos. Primeiro aos 25, Füllkrug subiu mais alto e colocou o BVB na frente do marcador e deixou o agregado empatado. Três minutos depois, Sabitzer colocou o Borussia na frente no marcador no jogo e no confronto. Após levar dois gols em sequência, o Atlético sentiu e não conseguiu mais criar chances na partida. O Borussia ainda poderia ter ampliado o marcador se não fosse por Oblak que fez grandes defesas.

1° TEMPO

A partida começou com o Borussia, que perdeu no jogo de ida, tendo mais a posse de bola e circulando no campo de ataque. Logo aos três minutos, Sabitzer quase abriu o placar para os aurinegros.Após isso, os dois times perderam grandes chances de gols. Adeyemi avançou pelo lado esquerdo e rolou para para o austríaco dentro da área. Camisa 20 dominou, mas demorou para concluir e o chute foi bloqueado por Azpilicueta. O Atlético respondeu no lance seguinte. Moranta foi avançando sozinho em direção à área e ficou cara a cara com Kobel, mas mandou para fora. Dois minutos depois, aos cinco. Rodrigo de Paul arriscou de primeira, mas mandou em cima do suíço que pegou em dois tempos.

Dos seis até aos 14 da etapa inicial foram marcados pelos erros de passes das duas equipes. Após isso, o BVB foi melhor e criou chances de gols.  Aos 15, após cobrança de escanteio, Füllkrug cabeceou e Molina desviou.  Dois minutos depois, Adeyemi obrigou Oblak a fazer boa defesa. O camisa 27 ficou com rebote de um cruzamento e bateu de primeira em cima do goleiro esloveno que encaixou. 

Aos 33, quando o jogo se encaminhava para ser ataque contra defesa, Julian Brandt abriu o placar. Hummels deu um belo passe de trivela para Brandt, pela esquerda, ele dominou, limpou a marcação e bateu de esquerda com força. A bola ainda tocou em Oblak, mas não conseguiu abrir o placar. 1 a 0. 2 a 2 no agregado. Os aurinegros continuaram pressionando após abrirem o placar. Quatro minutos depois, Emre Can arriscou de longe e Oblak fez a defesa. Um minuto depois, o Dortmund ampliou o marcador. Dessa vez, Brandt acionou Maatsen, o lateral invadiu a área e bateu de pé esquerdo para ampliar e colocar o BVB na frente no agregado. 2 a 0. 3 a 2 no placar agregado. 

Após os dois gols, o Atleti tentou pressionar, mas não conseguiu criar chances claras de diminuir. Azpilicueta se envolveu em confusão após dividir com Kobel. O arbitro esloveno Slavko Vincic deu dois minutos de acréscimos. 

2° TEMPO

O início do segundo tempo foi agitado. Logo aos três minutos, após cobrança de escanteio Ángel Correa, que entrou no intervalo, finalizou, mas foi travado por Hummels. Logo após esse lance o Atlético empatou. Griezmann cobrou escanteio na área, Hermoso cabeça e Hummels desviou contra o próprio gol com o pé esquerdo que tirou do alcance de Kobel. 2 a 1. 3 a 3 no agregado. 

Após o gol, o Borussia respondeu. Brandt arriscou e teve sua finalização bloqueada pela defesa. Aos 11, Ángel Correa arrancou e ficou cara a cara com Kobel e bateu na saída do suíço, mas mandou para fora. Sete minutos depois, os Colchoneros empataram o jogo e voltaram a frente no agregado em um lance marcado pela insistência. Após finalizar três vezes seguidas no mesmo lance, Àngel Correa bateu forte para empatar o jogo e colocar o Atlético na frente no agregado. 2 a 2. 4 a 3 no agregado. 

Após o gol o BVB foi para cima e criou diversas chances claras. Até que em curto espaço de três minutos o time aurinegro virou o jogo e o placar agregado. Primeiro, aos 25, Sabitzer cruzou de esquerda para Füllkrug subir mais alto que todo mundo para virar o jogo e empatar o confronto. 4 a 4. Aos 28, o austríaco recebeu de Brandt, ajeitou e bateu de canhota. A bola ainda tocou em Oblak, mas não foi suficiente para mudar sua direção, e foi parar no canto esquerdo. 4 a 2. 5 a 4 no agregado.

Após os dois gols a torcida do Borussia explodiu e não parou de cantar ao mesmo tempo que isso acontecia Diego Simeone pedia para seus jogadores terem paciência. Aos 35, Füllkrug quase fez o quinto do Dortmund. O camisa 14 dominou e chutou forte para a boa defesa de Oblak. O esloveno voltou a ser providência um minuto depois. Após troca de passes rápidos na área do Atlético, Sancho tentou dominar, mas o arqueiro Colchonero saiu bem do gol. 

Aos 41, o camisa 13 voltou a fazer grande defesa. Sabitzer arriscou de longe, a bola desviou na defesa e Oblak fez grande defesa para manter os Rojiblancos no confronto. No segundo tempo Slavko Vincic deu quatro minutos de acréscimos. 

Nos acréscimos o Borussia segurou a bola e quando o Atlético tinha a bola ele não conseguia chegar perto do gol de Kobel.  A única exceção foi no último lance quando Maatsen afastou um lançamento na segunda trave.  

Após a grande classificação, o Borussia Dortmund volta a campo pela Bundesliga no próximo final de semana, quando receberá o já campeão da Bundesliga, Bayer Leverkusen, no próprio Signal Iduna Park, no domingo (21), às 12h30 (horário de Brasília). O Atlético por sua vez, tentará se recuperar após essa amarga eliminação na La Liga, quando irá viajar até o País Basco para enfrentar o Alavés, também no próximo domingo, às  13h30 (horário de Brasília).

Fonte: www.canalrural.com.br
O conteúdo acima foi originalmente publicado no CanalRural e indexado ao Alta Notícias

COMPARTILHE!