Jogador do Valencia sofre insultos racistas após jogo contra o Real Madrid

Peter lamenta gols perdidos. Depois, seria alvo dos racistas Foto: Lázaro de la Peña/Valencia

Vini Jr. não foi o único alvo dos racistas nas últimas partidas entre Valencia e Real Madrid, no Mestalla, em Valência, pelo Campeonato Espanhol. Um jogador do time da casa também sofreu insultos discriminatórios. Desta vez, entretanto, por parte de torcedores dos Merengues: trata-se de Peter Federico.

O ala pertence ao Real Madrid, que o emprestou ao Valencia nesta temporada. No último encontro entre as equipes, no sábado (2), em Valência, Peter entrou em campo aos 28 minutos do segundo tempo, quando a partida estava 2 a 2. Ele teve duas chances de decretar o triunfo valenciano, mas desperdiçou as duas oportunidades.

Descontentes ao vê-lo em campo durante o empate, torcedores do Real Madrid invadiram a conta de Peter no Instagram e o insultaram por sua cor de pele e origem dominicana. O ala, assim, precisou fechar a conta diante do ataque dos merengues.

Curiosamente, o Valencia, que não prestou solidariedade a Vini Jr. nos últimos episódios envolvendo agressões ao brasileiro e até questionou o comportamento do craque adversário, agora, contudo, manifestou-se contra o racismo, em um comunicado oficial.

“O Valencia reitera o seu compromisso na luta contra a discriminação de qualquer forma. Alguns comentários são totalmente inadmissíveis, fomentando o ódio que o nosso jogador Peter Federico está a receber. Por um futebol e uma sociedade livre de discriminação e violência”, disse.

Nono colocado nesta edição do Espanhol e sem grandes pretensões, o Valencia soma apenas 37 pontos. Já o Real Madrid é o líder com 66, sete à frente do segundo colocado Girona.

Siga o Jogada10 nas redes sociais: Twitter, Instagram e Facebook.

Fonte: www.canalrural.com.br
O conteúdo acima foi originalmente publicado no CanalRural e indexado ao Alta Notícias

COMPARTILHE!