Ex-presidente do Internacional é condenado à prisão por estelionato

Vitorio Piffero é condenado à prisão por estelionatoReprodução

Vitorifo Piffero, ex-presidente do InternacionalPedro Affatato, ex-vice de Finanças, foram condenados à prisão pela 2ª Vara Estadual de Processo e Julgamento dos Crimes de Organização Criminosa e Lavagem de Dinheiro, na cidade de Porto Alegre, Rio Grande do Sul. 

A dupla passou pelo comando do clube gaúcho de 2015 a 2016 e foram condenados por diversos crimes, como estelionato, organização criminosa e lavagem de dinheiro. Somando as duas condenações, os ex-mandatários pegaram mais de 30 anos de prisão. 

Vitorifo, ex-presidente do clube, foi condenado a 10 anos e seis meses de prisão, enquanto Pedro, ex-dirigente do Inter, foi sentenciado a 19 anos e oito meses de prisão, ambos em regime fechado. Os dois poderão recorrer da sentença em liberdade. 

Além do tempo de prisão, a ex-dupla do Internacional também foi condenada ao pagamento de uma multa. Junto com os ex-mandatários, outros três nomes estavam inclusos na mesma sentença: um engenheiro do Internacional na época, e dois empresários do ramo da construção civil gaúcha. 

Ainda não se sabe o valor da multa, mas os condenados terão de ressarcir ao clube o dinheiro que foi desviado. Hoje, esse valor estaria na casa dos R$ 13 milhões de reais, segundo informações do ‘ge’. Além da parte financeira, ainda existem processos sendo julgados desse período no clube, mas estão relacionados a núcleos do futebol do Inter. 

Veja mais novidades sobre o mundo da bola e todos os esportes no Brasil e no mundo acompanhando nosso site.

Fonte: www.canalrural.com.br
O conteúdo acima foi originalmente publicado no CanalRural e indexado ao Alta Notícias

COMPARTILHE!