CBF explica por que Brasil tem mais jogos com suspeita de manipulação

Confederação Brasileira de Futebol falou sobre país ter a maior quantidade de jogos investigados no mundoDivulgação

Segundo levantamento da ‘Sportsradar’, publicado nesta segunda-feira (4), o Brasil foi o país com mais jogos com suspeitas de manipulação em 2023. A empresa é contratada pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF) para analisar partidas no país desde 2017 e identificar possíveis casos para investigação.

E para a cúpula da entidade nacional, a estatística pode ser explicada pelo número de partidas realizadas em solo brasileiro. O pais possui o maior volume de partidas realizadas em todo mundo e, consequentemente, a quantidade de jogos identificados com possíveis problemas acaba sendo superior comparado às outras nações.

“O Brasil tem o maior número de jogos realizados em todo mundo e , por isso, os números identificados acabam sendo superiores aos demais países. Mas, considerando apenas as partidas organizadas pela CBF, o percentual de jogos suspeitos está praticamente dentro da média global”, disse nota oficial da CBF.

Em 2023, o Brasil teve 109 partidas suspeitas de manipulação, seguido pela República Tcheca, com 67, e Filipinas, com 65. Dentre as os 109, foram 15 os confrontos organizados pela CBF, ou seja, torneios de alcance nacional.

Confira abaixo os jogos da CBF que foram apontados como suspeitos em 2023: • Tombense x Londrina – Série B; • União x Interporto – Série D; • Hercílio Luz x Aimoré – Série D; • São Raimundo x São Francisco – Série D; • São Francisco x Princesa dos Solimões – Série D; • Brasiliense x Interporto – Série D; • Tuna Luso x São Francisco – Série D; • São Francisco x Águia de Marabá – Série D; • Humaitá x São Francisco – Série D; • Trem x São Francisco – Série D; • Operário de Várzea Grande x Interporto – Série D; • Anápolis x Interporto – Série D; • São Francisco x Humaitá – Série D; • Iporã x Interporto – Série D; • Atlético Acreano x São Francisco – Copa Verde.

Também em 2023, ocorreu a Operação Penalidade Máxima, conduzida pelo Ministério Público de Goiás, que fez com que ao menos 13 jogadores fossem investigados por suspeita de participação em um esquema manipulação de jogos.

Acesse nossa página e fique por dentro das principais notícias dos esportes no Brasil e no mundo.

Fonte: www.canalrural.com.br
O conteúdo acima foi originalmente publicado no CanalRural e indexado ao Alta Notícias

COMPARTILHE!